terça-feira, 20 de outubro de 2020

Harry Potter 5, 6 e 7

 Harry Potter e a Ordem da Fênix


Essa resenha contém  SPOILERS mesmo achando que todo mundo já deva ter pelo menos assistido ao filme, ou ouvido falar, mas é bom avisar né :p

No quinto livro da série, Harry tem que conviver com os olhares tortos de quase toda a comunidade bruxa que não acredita que Aquele-que-não-deve-ser-nomeado voltou, considerando o jovem um doido ávido por atenção, além de aguentar os métodos hediondos e nada efetivos da nova professora de defesa contra as artes das trevas, Dolores Umbridge e ainda estudar para os exames do N.O.M.S.

Se isso tudo não bastasse para tornar seu ano em Hogwards um pesadelo, a ligação de Harry com a mente de Voldemort se torna mais forte, dando estranhas visões e sentimentos ao rapaz.


Eu particularmente gostei bastante do livro, mesmo ele sendo bem voltado para as aulas e a vida mais rotineira na escola.

Achei muito interessante a diferença entre os personagens do filme e do livro. Fazia anos que não lia os livros da saga e vivia reclamando que, por mais que a história fosse boa, achava o protagonista meio sem personalidade, mas minha opinião mudou ao ler esse livro. Realmente não me lembrava de todos os defeitos de Harry, como sua raiva explosiva e tampouco de sua pequena mania de perseguição, ou de sua falta de tato com as garotas. Acho que todos essas características dão maior credibilidade ao personagem, que se parece muito mais um adolescente confuso e com sentimentos do que no filme. 

Gostei de ler os detalhes que ficaram de fora do filme, pois, mesmo entendendo a necessidade de encurtar, gostaria que esses pensamentos de Harry fossem melhor retratados.

Uma diferença que também percebi foi em Luna, mas essa eu prefiro a do filme mesmo, pois no livro ela as vezes fica meio estressadinha e já me habituei com a jovem tranquila e serena representada nas telonas.


A cena da batalha no ministério, tem muito mais ação, mas alguns acontecimentos, como a sala dos cérebros, eu achei bem Trash :p. Também esperava uma cena mais emocionante do que no filme, sobre a morte de Sirius, mas ambas não me convenceram.

De modo geral, gostei bastante da leitura e de relembrar o lado mais humano dos personagens.



Ver essa foto no Instagram

Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe (sexto livro da série) acompanhamos Harry em uma série de descobertas sobre o passado de Lord Voldemort, enquanto também investiga o jovem Malfoy, que ele acredita estar tramando algo maléfico e perigoso. . Quando assisti ao filme, não sabia a quantidade de informações que estavam sendo negligenciadas na adaptação desse livro, e agora, consigo entender a revolta dos fãs sobre a Gina do cinema. Pois, apesar de não gostar de algumas atitudes da personagem, como a implicância gratuita que ela e outras mulheres tem com Fleur, a Gina do livro tem muito mais presença, coisa que meio que acontece com todos os personagens da saga, que acabam tendo sua personalidade amenizada nas adaptações. . Fiquei bastante envolvida com a leitura, que tem um ritmo agradável, até mesmo em momentos em que parece não acontecer nada de muito importante. . Gosto do cuidado que J. K Rowlling dá as descrições de personagens já conhecidos, porque muitas vezes, detalhes se perdem de nossa memória entre um livro e outro, principalmente por nos atentarmos tanto aos acontecimentos, e muitas vezes não lermos toda a série de uma vez. . Achei as viagens pelas lembranças de algumas pessoas um dos pontos mais interessantes da história, nos mostrando um pouco mais do passado de Voldemort e os atos que o tornaram o bruxo mais temido do mundo. . (leitura antiga) . . . . #diletantedileituras #resenha #harrypotter #oprincipemestiço

Uma publicação compartilhada por Diletante DiLeituras (@diletante.dileituras) em  

 

Ver essa foto no Instagram

Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, continuamos a acompanhar Harry em sua jornada para encontrar as Horcruxes e destruir Lord Voldermort. . Durante sua perigosa missão, Harry, Roni e Hermione ainda precisam desvendar alguns mistérios sobre o caminho que Dumbledore planejou para eles, que traz para a vida dos jovens muitas dúvidas e frustrações, gerando desavenças no grupo. . O sétimo, e último, livro da série tem um ritmo mais arrastado e cansativo, o que penso talvez ter sido proposital, para que pudéssemos nos sentir como os protagonistas, nos aproximando mais de seus sentimentos e do clima da história. . Como muitos já sabem, esse é a livro da saga com o maior número de mortes e posso dizer que as cenas narradas são bem tocantes na versão escrita. Aliás, muitos detalhes ficaram de fora da adaptação cinematográfica, alguns deles eu diria serem bem relevantes. Sabemos que é impossível adaptar tudo em um filme (ou dois, no caso de as Relíquias da Morte), mas alguns pontos que não foram mencionados poderiam ter tornado o roteiro bem mais interessante e explorado melhor o potencial de alguns personagens. . Obs: Luna Lovegood (interpretada por Evanna Lynch) é uma única personagem, na minha opinião, que é bem mais interessante nas adaptações do que no original. Não estou dizendo que ela é a melhor personagem dos filmes, mas sim que é a única que gostei mais da versão cinematográfica. . Obs 2: Essa observação é só para dizer que Neville é um personagem ótimo. Ele merecia esse crédito :p . . Apesar de ser um bom livro, o final da série me deixou um pouco decepcionada, ainda que eu soubesse como acabava. . O capítulo de encerramento me pareceu pouco convincente, com diálogos sem "química" e muitos personagens sendo apresentados superficialmente, o que não ocorre nos outros livros, em que tudo é muito bem descrito. . (leituras antiga) . . . . #diletantedileituras #harrypotter #asreliquiasdamorte #resenha

Uma publicação compartilhada por Diletante DiLeituras (@diletante.dileituras) em

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Ebooks de Johnatan Marques

Ver essa foto no Instagram

O conto Se Tudo de Errado Amanhã, do autor Johnatan Marques, se passa no mesmo universo de Toda Magia e conta a história de Rubens, um jovem que foi atacado por um grupo de licantropos e agora precisa lidar com o preconceito da sociedade mágica devido a sua nova condição. . . Apesar de Rubinho não ter me conquista da mesma forma que Alceu, foi bem interessante ler um pouco mais sobre o universo criado por Johnatan Marques e saber um pouco mais sobre a Academia de Magia de São Paulo.. . . Autor: Johnatan Marques Ilustração: Renata Nolasco Edição: Sofia Soter . . #diletantedileituras #conto #literaturanacional #ebook #lgbt #johnatanmarques #amazon #renatanolasco

Uma publicação compartilhada por Diletante DiLeituras (@diletante.dileituras) em

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Aplicativos para leitores

 

Ver essa foto no Instagram

O Kindle é o aplicativo de leituras da Amazon, em que você pode organizar e ler seus ebooks. . Ele permite que você realize marcações e anotações sobre a leitura, além de contar com dicionários que te auxiliam na busca por novas palavras, tanto em português, quanto em inglês. . . Uma das maiores vantagens do aplicativo é que ele está conectado a loja da Amazon, onde você pode encontrar ebooks baratos, ou até mesmo gratuitos. Eu, particularmente, tenho mais 90 ebooks na minha conta que foram baixadas gratuitamente (e legalmente) pela palataforma. . . . . Além disso, você pode utiliza-lo para ler seus livros da Kindle Unlimted, que uma espécie de Netflix de livros. Você paga um valor mensal e tem direito há um catalogo enorme de livros, desde os bes-sellers até as obras de autores independentes. . . . . #kindle #aplicativosparaleitores #kindleunlimited #ebooks #diletantedileituras

Uma publicação compartilhada por Diletante DiLeituras (@diletante.dileituras) em

Ver essa foto no Instagram

Está querendo conhecer novas obras e incentivar escritores iniciantes? O Wattpad é o lugar peferito para isso. . . O Wattpad, disponível em site e aplicativo, conta com um catalogo enorme de obras para os mais diversificados gostos. . . O mais legal da plataforma é que você pode interagir com o autor a cada capítulo, deixando comentários e estrelas. Confesso que esse processo me ajudou a terminar o meu primeiro livros, pois tive leitores muito legais que sempre estavam me incentivando a continuar postando os capítulos. . . Se você escreve, também pode começar a publicar por lá. O site é fácil de se cadastrar e tem uma boa visibilidade. Algumas obras publicadas pelo Wattpad ganharam publicações por editoras posteriormente. . . . . #wattpad #aplicativoparaleitores #livros #ebooks #diletantedileituras

Uma publicação compartilhada por Diletante DiLeituras (@diletante.dileituras) em